Assistir ao vivo UFC online grátis - Bader x Preux

Ver ao vivo no pc UFC Bader Vs. Saint Preux online grátis.

UFC: Bader x St. Preux
16 de agosto de 2014, em Bangor (EUA)
CARD DO EVENTO
Peso-meio-pesado: Ryan Bader x Ovince St. Preux
Peso-médio: Tim Boetsch x Brad Tavares
Peso-leve: Fabrício Morango x Gray Maynard
Peso-pesado: Jack May x Shawn Jordan
Peso-pena: Thiago Tavares x Robbie Peralta
Peso-galo: Sara McMann x Lauren Murphy
Peso-meio-médio: Seth Baczynski x Alan Jouban
Peso-mosca: Jussier Formiga x Zach Makovsky
Peso-leve: Abel Trujillo x Ross Pearson


Tags: Assistir UFC Fight night  ao vivo grátis, ver  Lawler vc Brown no pc, watch online free, Assista ao vivo, Live streaming

Assistir ao vivo UFC online grátis - Lawler x Brown

Ver ao vivo no pc UFC Lawler Vs. Brown online grátis.

UFC: Lawler x Brown
26 de julho de 2014, em San Jose (EUA)
CARD PRINCIPAL

Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Matt Brown
Peso-meio-pesado: Anthony Johnson x Rogério Minotouro
Peso-pena: Clay Guida x Dennis Bermudez
Peso-leve: Josh Thomson x Bobby Green
CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Jorge Masvidal x Daron Cruickshank
Peso-meio-pesado: Kyle Kingsbury x Patrick Cummins
Peso-meio-médio: Hernani Perpétuo x Tim Means
Peso-mosca: Brian Ortega x Mike De La Torre
Peso-leve: Tiago Trator x Akbarh Arreola
Peso-pena: Noah Lahat x Steven Siler
Peso-meio-médio: Gilbert Durinho x Andreas Stahl
Peso-palha: Juliana Lima x Joanna Jedrzejczyk



Tags: Assistir UFC Fight night  ao vivo grátis, ver  Lawler vc Brown no pc, watch online free, Assista ao vivo, Live streaming

Assistir ao vivo UFC online grátis - McGregor x Brandão

Ver ao vivo no pc UFC McGregor Brandao online grátis.

Card Principal e Preliminar 

UFC: McGregor x Brandão
19 de julho de 2014, em Dublin (IRL)
CARD PRINCIPAL
Peso-pena: Conor McGregor x Diego Brandão
Peso-meio-médio: Zak Cummings x Gunnar Nelson
Peso-mosca: Ian McCall x Brad Pickett
Peso-leve: Norman Parke x Naoyuki Kotani
CARD PRELIMINAR
Peso-médio: Ilir Latifi x Chris Dempsey
Peso-mosca: Phil Harris x Neil Seery
Peso-médio: Cathal Pendred x Mike King
Peso-médio: Tor Troeng x Trevor Smith
Peso-meio-pesado: Cody Donovan x Nikita Krylov
Peso-mosca: Paddy Holohan x Josh Sampo


Tags: Assistir UFC Fight night  ao vivo grátis, ver  McGregor vc Brandao no pc, watch online free, Assista ao vivo, Live streaming

Assistir ao vivo UFC online grátis - Cerrone x Miller

Ver ao vivo no pc UFC Cerrone Vs. Miller online grátis.

Card Principal e Preliminar 

UFC: Cerrone x Miller

16 de julho, em Atlantic City (EUA)

CARD DO EVENTO
Peso-leve: Donald Cerrone x Jim Miller
Peso-meio-médio: Rick Story x John Howard
Peso-leve: Edson Barboza x Evan Dunham
Peso-leve: Gleison Tibau x Pat Healy
Peso-galo: Aljamain Sterling x Hugo Wolverine
Peso-mosca: John Lineker x Alptekin Ozkilic
Peso-pena: Lucas Mineiro x Jim Alers
Peso-leve: Joe Proctor x Justin Salas
Peso-palha: Cláudia Gadelha x Tina Lahdemaki


Tags: Assistir UFC Fight night  ao vivo grátis, ver  Cerrone vc miller no pc, watch online free, Assista ao vivo, Live streaming

“Eu não quero ouvir 'baboseiras' se contratar Cris Cyborg”, ameaça Dana

Chefão do UFC confronta a imprensa sobre interesse em luta entre a atleta brasileira e Ronda Rousey, e revela ter oferecido o mesmo contrato às duas

 Ronda Rousey venceu Alexis Davis de forma arrasadora na madrugada deste domingo no co-evento principal do UFC 175 em Las Vegas. A campeã peso-galo do UFC precisou de apenas 16 segundos para nocautear a adversária e agora permanece invicta na carreira há dez lutas, sendo quatro defesas de cinturão bem-sucedidas somente no Ultimate. Enquanto especialistas acreditam que não há na organização nenhuma atleta capaz de levar real perigo à hegemonia da loura, toda vez que ela tem uma grande performance acaba sendo questionada sobre a possibilidade de enfrentar a campeã peso-pena do Invicta, Cris Cyborg. E, ao que tudo indica, o presidente do UFC, Dana White, está cansado de receber esses questionamentos. Em conversa com a imprensa após o duelo deste sábado, ele confrontou os jornalistas sobre a possibilidade de contratar a brasileira.

- Vocês querem que eu a contrate? É isso que estão me dizendo? Então vocês da mídia estão me dizendo que eu deveria assinar com a Cyborg? Ah, eu não sei, não tenho pensado nisso… Quem gosta dessa opção? Me diga, eu quero saber nomes - disse o mandatário.
Após colher alguns nomes de jornalistas a favor do duelo, White  pediu para que levantasse a mão aqueles que fossem contra a contratação da brasileira. Como só uma pessoa levantou a mão, ele continuou de forma irônica.
- Bom saber… Eu não quero ouvir ‘baboseiras’ se eu contratá-la. Eu sei que essa m… vai mudar assim que eu fizer isso. Vocês vão começar a falar de testes antidoping e toda essa m… Esse é o grande assunto para vocês escreverem. O roteiro vai mudar imediatamente. Mas só para vocês saberem, quando nós compramos o Strikeforce, nós oferecemos exatamente o mesmo acordo que oferecemos para a Ronda a Cris Cyborg, e ela não aceitou. Eles não aceitaram a proposta. Foi isso que aconteceu quando tentamos contratá-la. Há coisas a serem feitas se você realmente quer lutar no UFC e, se você quer uma chance ao título, há formas de se conseguir isso. Não é como se nós nunca tivéssemos feito uma proposta para a Cyborg. Nós fizemos e ela não aceitou - ressaltou.


Com 12 vitórias na carreira e apenas uma derrota, Cris Cyborg ficou realmente conhecida no esporte ao tomar o cinturão peso-pena de Gina Carano, em 2009, pelo extinto Strikeforce. Depois, defendeu com sucesso o título em duas oportunidades. Na terceira defesa de título bem-sucedida, no entanto, ela foi pega no exame antidoping e perdeu o cinturão. A brasileira ainda cumpria suspensão quando o UFC absorveu os lutadores do Strikeforce, que foi comprado pelo mesmo grupo que o gerencia, a Zuffa, em 2012. Porém, enquanto Ronda foi declarada campeã peso-galo da organização, Cyborg, que era de uma categoria acima, pediu para ser liberada depois de não chegar a um acordo sobre a continuidade de sua divisão no Ultimate. Com isso, o esperado duelo entre as duas nunca aconteceu. Cris acabou indo para o Invicta FC e, em julho do ano passado, conquistou o cinturão peso-pena depois de nocautear a holandesa Marloes Coenen.
Depois de muitas trocas de farpas com o UFC e com a própria Ronda envolvendo também seu então empresário, Tito Ortiz, a brasileira anunciou em fevereiro que pretendia descer para o peso-galo com o objetivo de derrotar a campeã do UFC, Ronda Rousey, no fim do ano. Em março, ela disputou o cinturão feminino até 65 kg do campeonato de muay thai Lion Fight, em Las Vegas, mas foi derrotada pela holandesa Jorina Baars em um combate duríssimo. Cyborg aguarda a chance de defender o título do Invicta contra a também brasileira Ediane Gomes, a Índia.

Frankie Edgar massacra "freguês" BJ Penn e fecha trilogia com 3 a 0

Havaiano anuncia aposentadoria definitiva após mais um revés para o carrasco, que por sua vez ganha força na categoria dos penas do UFC

 O público tentou empurrar o ídolo BJ Penn em seu retorno ao octógono na noite deste domingo, após um ano e meio de pausa na carreira, mas Frankie Edgar se impôs com uma ótima apresentação e derrotou o havaiano por nocaute técnico, no terceiro round da luta principal do TUF 19 Finale, em Las Vegas - os dois foram treinadores do reality show. Frankie, que já havia vencido o adversário duas vezes no passado valendo o cinturão dos leves, fechou a trilogia contra o "freguês" com um perfeito 3 a 0 e ganhou força na categoria dos penas (até 66kg) do UFC. BJ, que fazia sua estreia na divisão, anunciou sua aposentadoria definitiva logo após o duelo.

- Frankie fez um ótimo trabalho. Eu não deveria ter voltado, não deveria estar no ringue hoje, mas respeito muito Edgar. Dana (White, presidente do UFC) disse que acabou e agora tenho que concordar com ele. Sou agradecido pela chance de lutar aqui. Meu pai me disse quando eu era criança para aguentar a dor, e cheguei até aqui hoje - disse um emocionado Penn sob os aplausos da plateia, após a luta.

Edgar foi muito superior a Penn durante todo o combate. A diferença de velocidade entre eles foi nítida e contou a favor do primeiro, que fez uso dela para acertar um número de golpes bem maior do que o rival. Ele também colocou BJ no chão quando quis e foi bem no ground and pound. Fora de ritmo e visivelmente sem condições de competir em alto nível, o havaiano pouco produziu e foi vítima de um massacre.
Aos 32 anos, Frankie, ex-campeão dos leves, agora tem um cartel de 17 vitórias, quatro derrotas e um empate. Ex-campeão dos leves e dos meio-médios, BJ, de 35 anos, sofreu o décimo revés em 28 lutas na carreira.

A luta: domínio total de Frankie Edgar
BJ Penn foi ovacionado em sua entrada. Edgar, por sua vez, ganhou algumas vaias, mas depois também foi aplaudido. E a luta já começou acelerada, com os dois trocando bons golpes em pé. Frankie não demorou a quedar BJ até com certa facilidade. O havaiano ficou no chão, enquanto Frankie aplicava chutes em seu corpo. Frankie tentou passar a guarda, mas BJ se defendeu bem. O público vaiou, e o árbitro Herb Dean mandou BJ se levantar. De volta à trocação, Frankie conectou ainda mais golpes e assegurou a vantagem no primeiro round.
No segundo round, Edgar seguiu a linha do primeiro e quedou BJ após pontuar na trocação. Ele insistiu para entrar na guarda do oponente, e os dois se embolaram. Frankie acertou uma saraivada de socos e cotoveladas no rosto de BJ durante a maior parte do assalto e terminou por cima.


Frankie aumentou o número de combinações na etapa seguinte e castigou BJ em pé. Ele conseguiu o knockdown ao encaixar um cruzado de esquerda no rosto do adversário. Frankie foi para cima e disparou mais socos e cotoveladas, deixando o rosto de BJ sangrando bastante. Frankie travou um braço de BJ e emendou mais uma série arrasadora. Sem se defender adequadamente e com cara de quem estava sentindo muitas dores, BJ viu o árbitro interromper o duelo aos 4m16s. Foram os últimos segundos da vitoriosa carreira do "Prodígio" no UFC.
- Eu só tenho respeito pelo BJ. Queria finalizá-lo, porque ele nunca tinha sido finalizado. Eu não queria me preocupar com o que BJ faria, só com o que eu faria. Quero lutar pelo título ou lutas que me deixem perto de lutar pelo título - discursou Edgar após seu triunfo.

Issa arranca vitória sobre Tuerxun com finalização no último round

"Brodinho" sai em desvantagem, mas vira luta no TUF 19 Finale com chave de braço salvadora e se recupera de derrota na estreia pelo Ultimate

 O peso-galo brasileiro Leandro Issa impressionou ao arrancar uma vitória por finalização sobre o chinês Jumabieke Tuerxun na penúltima luta do card preliminar do TUF 19 Finale, neste sábado, em Las Vegas. "Brodinho" estava em desvantagem nos cartões de pontuação dos juízes laterais após levar knockdown no primeiro round e ter um ponto deduzido no segundo, mas dominou o terceiro round com seu jiu-jítsu e obrigou Tuerxun a bater em desistência aos 3m49s com uma chave de braço salvadora.

O brasileiro começou a luta acertando bons chutes baixos, alternando toques por dentro e por fora da perna da frente do adversário. Ele ainda conectou um bom chute alto de canhota no rosto do chinês. Um chute de Issa pegou na área genital de Tuerxun, que recebeu alguns segundos para se recuperar. Brodinho seguiu conectando com chutes baixos e jabs, mas sua primeira tentativa de queda não obteve sucesso. Tuerxun cresceu com o decorrer do round e acertou chutes baixos e cruzados de esquerda. No minuto final, o chinês levou Issa a knockdown com um overhand de esquerda. O brasileiro se levantou e tentou mergulhar nas pernas, mas Tuerxun defendeu e terminou golpeando por cima.
Brodinho voltou a usar os chutes baixos e frontais para manter o adversário à distância no início do segundo round. Ele combinou um direto e fez Tuerxun girar com um chute na panturrilha. O chinês, todavia, encurtou a distância e acertou ganchos no corpo e diretos de direita que balançaram o brasileiro. Issa novamente tentou levar ao chão, acabou com as costas no solo e agarrou a grade para raspar. O árbitro Mário Yamasaki não deixou passar, recolocou a luta em pé e penalizou Issa com a perda de um ponto. O brasileiro não se abateu, marcou o tempo de um golpe de Tuerxun e o derrubou, mas não o manteve por baixo por muito tempo. Ele ainda conseguiu um knockdown ao dar uma "banda" no chinês e tentou uma guilhotina nos segundos finais.
Em desvantagem, Issa levou a luta para onde é especialista, o solo, logo no início do terceiro e último round. Ele caiu por cima na meia-guarda e passou à posição de 100kg, mas o chinês girou para se defender. O brasileiro atacou uma guilhotina e, após alguns giros, fechou a finalização na montada. Tuerxun esperneou, livrou o pescoço e remontou a meia-guarda. Issa não parou de golpear a cabeça e voltou à montada, de onde partiu para a chave de braço. O chinês resistiu o quanto pôde, mas o brasileiro acreditou na posição, aplicou mais pressão e forçou o adversário a bater em desistência.
- Eu estava com a guilhotina bastante encaixada, na hora que eu montei ali eu senti ele roncar, mas aí o meu braço começou a cansar e eu não queria que cansasse, não queria perder posição, então preferi largar a guilhotina e continuar na montada para trabalhar outros golpes. Aí eu encaixei a chave de braço normal e ele estava resistindo e eu preferi jogar em baixo do braço porque aí eu teria uma alavanca melhor e era só esperar ele bater - narrou Leandro Issa, que obteve sua 12ª vitória na carreira, a oitava por finalização, e a primeira no UFC, após perder para Russell Doane em sua estreia na organização em janeiro.

Cobertura:

Cobertura: